Boas Vindas Emergência Academias Afiliados Arte e Cultura
Boas Vindas
Emergência
Academias
Afiliados
Arte e Cultura
Cidade
Bichos
Educação
Empresa
Esportes
Eventos
Farmax
Lgbts
Mapa
Noticias
Pizzarias
Praia: Centro
Praia:Ferrugem
Praia do Rosa
Praia: Silveira
Praia: Siriú
Praia: Ouvidor
Praia: Vigia
Politica
PRO SAÚDE
Restaurantes
Romi
Tecnologia
Transportes
Tempo
Vilson Festas










É NA ESCOLA QUE TEMOS QUE APRENDER.



Nota de esclarecimento à Sociedade Garopabense
 

Os professores grevistas da E.E.B. Prof. José Rodrigues Lopes e E.E.B. Maria Correa Saad vêm a público esclarecer aos pais e alunos das unidades escolares o porquê da continuidade da greve na rede pública de ensino do Estado de Santa Catarina.

A última proposta apresentada pelo Senhor Governador do Estado Raimundo Colombo no domingo, dia 03 de julho, “NÃO” atende a lei do Piso Nacional no Plano de Carreira e Salários do Magistério Público; ou seja, continua com o achatamento dos diferentes níveis da nossa tabela salarial. Além disto; a gratificação da regência de classe, conquistada ao longo de nossa carreira, foi reduzida e outros benefícios retirados, também.

Vale salientar que iniciamos a greve no dia 18 de maio após determinação do Supremo Tribunal Federal pelo cumprimento da lei do Piso Nacional (nº 11.738/ 2008) a cinco estados brasileiros, entre eles Santa Catarina. Nosso estado tem sim, condições de pagar se aplicasse e cumprisse corretamente com a lei do FUNDEB (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica). Essa lei determina constitucionalmente um investimento de pelo menos 25% do orçamento do Estado na Educação Básica; entretanto investe-se apenas 19% e desvia parte deste recurso para Assembléia Legislativa, Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça, Ministério Público e UDESC. Este fundo deve ser aplicado EXCLUSIVAMAMENTE NA EDUCAÇÃO: 60% para a remuneração dos professores e 40% para investimentos nas melhorias das escolas públicas. Portanto, senhores pais e alunos, o governo é que está ilegal.

Nossa luta é legítima e está assegurada por lei. Precisamos da compreensão da sociedade garopabense; pois neste momento da greve, percebemos que a grande mídia do Estado está mascarando e repassando informações desvirtuadas e manipuladoras, fazendo o povo catarinense crer que o governo estadual JÁ PAGOU O PISO NACIONAL.

Mantemo-nos na greve e contamos com a continuidade do apoio e colaboração da sociedade garopabense, no sentido de também estar cobrando do governo o cumprimento “real” da lei do Piso Nacional (nº 11.738/ 2008).

OS PROFESSORES GREVISTAS

09/07/2011




Estão abertas as inscrições para a corrida X-Run 60 km

Competição será no próximo mês em Garopaba e Imbituba

A segunda edição catarinense da corrida X-Run 60k acontece no dia 28 de maio em Garopaba e Imbituba. Ao longo do trajeto de 60 km, atletas amadores e profissionais poderão admirar as Lagoas do Siriú e de Garopaba, as praias da Ferrugem, do Ouvidor, da Gamboa, da Barra, da Silveira e do Rosa e os morros Pedra Branca e Encantada.

— A região tem ótimo potencial para esse tipo de competição porque tem paisagens belíssimas com níveis de dificuldade variados para a corrida — explica o organizador da prova, o educador físico Anderson Roos.

O percurso de trilhas, praias, dunas, estradas de chão e montanhas é balizado e dividido em oito trechos, de 5 a 10 km, cuja dificuldade varia de terrenos planos a subidas de 300m de desnível em trilha. Pode ser percorrido individualmente ou em equipes de dois, quatro e oito atletas nas categorias masculina, feminina e mista. Os quartetos e as duplas, cuja idade média dos integrantes seja de pelo menos 40 anos, contam ainda com a categoria master.

De acordo com Anderson Roos, a abertura da categoria individual é uma novidade desta edição e reforça a ideia da prova de estimular a integração entre atletas de todos os níveis.

— Qualquer pessoa fisicamente ativa que goste de esportes em meio à natureza e corra pelo menos 5 km tem condições de participar de um octeto, mesmo que nunca tenha feito uma prova. Atletas mais experientes que gostam de grandes desafios poderão enfrentar os 60 km sozinhos — explica.

Outra novidade desta edição é o Trail Running, uma corrida paralela de 5 km criada para quem busca um desafio mais leve. O percurso passa pelos atrativos naturais da região e inclui trechos de praia e de trilha.

As inscrições podem ser feitas até 16 de maio no site www.sulbrasilis.com.br e incluem camiseta em tecido tecnológico, squeeze, medalha de participação, hidratação e entrada no coquetel de abertura. Até 15 de abril, as inscrições têm desconto e custam R$ 140 para a categoria solo, R$ 240 para duplas, R$ 400 para quartetos e R$ 680 para octetos. Para o Trail Running, a inscrição custa R$ 50.

A abertura oficial do evento será na sexta, 27, no coquetel onde serão entregues os kits de prova. No sábado, 28, a largada será em três etapas, às 8h30min. A largada para o Tail Running será às 9h30min, depois da saída das últimas equipes.

 

 

 



IFSC Garopaba realizará sessão de estudos sobre a região de atuação do Campus

O IFSC Garopaba realizará na próxima sexta-feira, dia 15/04, uma sessão de estudos sobre a realidade local com a finalidade de aprofundar o conhecimento sobre a região de atuação do Campus.

O encontro acontecerá no Gaia Village no dia 15 de abril de 2011 e contará com a participação das pesquisadoras Juliana Adriano (Núcleo de Desenvolvimento e Meio Ambiente - UFSC) e Laci Santin (IBAMA), que apresentarão o tema: "Sistemas Locais de Conhecimento Agroecológico e Desenvolvimento Territorial Sustentável".

Pedimos aos participantes que leiam o artigo que está disponível no link abaixo como ponto de partida para o debate da sessão e se possível confirmar a participação.

Essa sessão de estudos contribuirá para aprofundar o nosso conhecimento sobre a região.

 




Garopaba está em festa:

A XIII Quermesse e 1ª Festa Nacional do Bacalhau Brasileiro já estão movimentando as diversas comunidades do município, entorno do evento que ocorrerá de 22 a 26 de junho na Praça Governador Ivo Silveira.

O concurso para escolher a rainha e princesas, infantil, juvenil e de terceira Idade será realizado no Salão Paroquial da Igreja Matriz de Garopaba, no dia 1º de Maio, domingo, as 20:30 hs durante o lançamento oficial da festa.

As candidatas que participarão do concurso estão sendo selecionadas pelas comunidades, desde o dia 1 de abril.

Estão envolvidas na seleção das candidatas, as escolas municipais e estaduais, grupos de idosos e a ação social da paróquia, sob a coordenação da Andréia Kravetz da Fundação de Cultura e Turismo de Garopaba.

Já foram realizadas diversas reuniões com lideranças escolares (diretores e com a secretária de educação) e comunitárias, para movimentar as comunidades na escolha de suas representantes no concurso da rainha que ocorrerá em 1º de maio.

A primeira unidade Escolar a realizar a pré-seleção foi a Escola Estadual de Educação Básica Prof° José Rodrigues Lopes,  nos três turnos, sob supervisão do Prof° Lídio Lopes e demais professores, tendo sido escolhida na categoria infantil e na categoria juvenil e seus respectivos nomes serão divulgados na próxima semana.

Um outro desafio está lançado à comunidade de Garopaba – escolher os seus novos talentos para participar da XIII Quermesse e 1ª Festa Nacional do Bacalhau Brasileiro,

As inscrições deverão ser efetuadas na Secretaria de Turismo de Garopaba, de 12 a 25 de abril. Participe e divulgue. 

 

 



Nota à Sociedade Brasileira e ao Congresso Nacional:

O Fórum Nacional de Educação, espaço inédito de interlocução entre a sociedade civil e o Estado brasileiro, reivindicação histórica da comunidade educacional e fruto de deliberação da Conferência Nacional de Educação (Conae), aprovou - em sua primeira reunião ordinária ocorrida no dia 29 de março- pela ratificação dos princípios acordados entre a Campanha Nacional pelo Direito à Educação e o Ministério da Educação acerca da tramitação do Plano Nacional de Educação (PNE 2011-2020) no Congresso Nacional.

Respeitando a soberania e a independência do Poder Legislativo, o Fórum Nacional de Educação defende que a tramitação do PL 8035/2010, que trata do PNE 2011-2020, deve ocorrer com base nos seguintes princípios:

1) A Comissão Especial, na qual irá tramitar o PL 8035/2010, deve ter a participação majoritária de parlamentares dedicados e comprometidos com a causa da educação, privilegiando membros da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados;

2) A tramitação do PL 8035/2010 deve ser célere, sem ser aligeirada, com a preocupação essencial de que haja qualidade nos debates em torno da matéria, tão importante ao País;

3) A tramitação do PL 8035/2010 deve ser democrática e participativa, compreendendo um amplo cronograma de audiências públicas capazes de garantir a necessária capilaridade e legitimidade ao futuro mecanismo legal de planejamento da educação brasileira. Adicionalmente ao acordo entre a Campanha Nacional pelo Direito à Educação e o
Ministério da Educação, responsável por estabelecer os princípios acima dispostos, o Fórum Nacional de Educação delibera que os debates em torno do PL 8035/2010 devem tomar como referência primordial as deliberações da Conae. Inclusive, o Fórum Nacional de Educação solicita, desde já, à futura Comissão Especial e à Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados a realização de audiências públicas para se debater a proposta do PNE à luz do Documento-Final da Conae.

O Fórum Nacional de Educação também deliberou que contribuirá para a organização de fóruns estaduais, distrital e municipais para que o PL 8035/2010 seja debatido com a maior capilaridade possível, fortalecendo a legitimidade do futuro Plano Nacional de Educação.

Por último, o Fórum Nacional de Educação entende ser essencial o estabelecimento de uma interlocução intensa entre a dimensão nacional e as dimensões estadual, distrital e municipal para o fortalecimento do PNE 2011-2020. O objetivo é garantir a devida abrangência federativa a um Plano de ampla envergadura e escopo. O FNE também crê ser fundamental garantir compromissos dos parlamentares, por meio da incidência junto a eles e elas a partir de suas bases, acerca dos
princípios expressos nesta Nota.

Assinam:
Órgãos e entidades presentes na primeira reunião ordinária do Fórum Nacional de
Educação

Associação Brasileira das Universidades Comunitárias - Abruc
Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais - Abruem
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação – Anped
Campanha Nacional pelo Direito à Educação
Central Única dos Trabalhadores - CUT
Comissão Técnica Nacional de Diversidade para Assuntos relacionados à Educação dos Afro-brasileiros - Cadara
Confederação Nacional das Associações de Pais e Alunos - Confenapa
Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino - Confenen
Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação - CNTE
Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino - Contee
Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura - Contag
Confederação Nacional do Comércio - CNC
Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica - Conif
Conselho Nacional de Educação - CNE
Conselho Nacional de Secretários de Educação - Consed
Federação de Sindicatos de Trabalhadores de Universidades Brasileiras - Fasubra
Fórum de Professores das Instituições Federais de Ensino - Proifes
Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação - FNCEE
Ministério da Educação - MEC
Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica - Sinasefe
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC
União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – Ubes
União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação - Uncme
União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação - Undime
União Nacional dos Estudantes - Une

Brasília, 30 de março de 2011.

Fonte: CNTE

 

 


























Site Map